Os encontros presenciais do nosso clube tem sido um dos momentos mais esperados do mês. 

Esta semana, dia 14 de agosto, Luciana Beuke decidiu pelo “Maggianos Little Italy” um dos restaurantes  italianos ao meu ver mais apropriado para encontros em família. 

Em meu caso, fiquei extremamente feliz com a escolha, porque sou cliente deste maravilhoso local há  anos, lá minhas filhas agruparam pessoas especiais que amo, para a festa surpresa do meu aniversário  de 4 décadas, onde uma das pessoas que participou da surpresa trouxe um brilho especial, e hoje está  linda amiga, já é uma estrelinha que brilha lá no céu, além disso tenho inúmeras memórias junto  minha família. No dia das mães por exemplo, minha sogra sempre fazia as reservas para nossas  celebrações, sempre aprovadas pelos membros da nossa gangue, o cardápio deste restaurante  recheados de quitutes extraordinários, as opções intituladas “Family Style” sempre foi a sugestão  preferida por todos, além de ganharmos uns quilos mais durante o jantar, porque o restaurante  oferece várias vezes os pratos enquanto as famílias “aguentam comer” além do famoso “leftovers”  aprovadíssimo por quem não faz cerimônia em trazer para casa.  

Se não bastasse detalhes intensos que trouxeram a minha mente tais lembranças, ainda fui informada  pelo nosso fundador que há anos atrás nosso clube teve momentos históricos neste mesmo  estabelecimento durante reuniões nos velhos tempos. Para dizer a verdade, muitos dos participantes  desta reunião presencial também fazem parte da clientela seleta deste local.  

Nesta noite de recordações e reencontros estiveram presentes – O casal Beuke, O casal Casanova, O  casal Gesund, O casal Heizer, Aloysio Vasconcellos, Angélica Blakely, Francisco Pessoa, Vera  Schafer e eu, para todos os presentes foi mais um desses dias onde valeu a pena, estar em família,  mesmo que esta família seja construída por pessoas especiais, com hábitos e personalidades  diferentes.  

Aproveitamos este momento apetitoso entre sabores dos mais variados e bebidas suaves para notar  que nossas diferenças nos fazem tão únicos e nos aproximam ainda mais a cada novo encontro, nossos  objetivos persistem, no caminho de fazer o bem sem olhar para quem nos faz ainda mais unidos.  

Evidentemente a falta de alguns queridos da família foram notadas, Carla Pessoa esposa do Francisco,  Raul LLanos meu esposo e o Mr. Blakely esposo de Angélica, e Bernadete Zagonel que por motivos  diversos não puderam fazer parte deste momento ímpar.  

Falando em encontros que merecem ser repetidos este foi um deles, na verdade aqui torcendo para  que no próximo encontro se optarmos pelo mesmo restaurante o nosso garçom seja um pouco mais  experiente, que cá pra nós ele não foi nenhuma “brastemp”, o que não tirou o brilho do aconchego e  o gostinho de querermos repetir. Ainda sobrou tempo para falarmos um pouco sobre alguns pontos  de alguns projetos e como todo brasileiro em celebrações, fomos arranjando motivos pra ficar mais  uns minutinhos, nossas fotos deixam claro que foi um encontro acolhedor e claro, para não perdermos  nossa tradição, fomos os últimos a deixar o restaurante, atentamente observados pelos garçons que  estavam exaustos de nosso palavreado (risos) eles devem ficar curiosos com nossas risadas e palavras  que não podem decifrar, amamos falar português quando nos reunimos. 

Na espera do próximo encontro eu já sugiro que seja com o tema A Mulher Mais Importante do Lar,  MÃES… vamos sonhando com outros encontros nota dez como este da quinta. 

By Lígia Assunção.