PROVA QUÁDRUPLA, O IDEAL DO ROTARY

Não se trata de um código de ética, e de nenhuma forma se deve referir à Prova Quádrupla como um código. É apenas um meio conveniente de medir aquilo que pensamos, dizemos ou fazemos, consistindo de quatro curtas interrogações:

  1. É A VERDADE?
    (Embora livres para afirmar ou negar, não temos o direito de falsear a verdade… )
  2. É JUSTO PARA TODOS OS INTERESSADOS?
    (Na igualdade de tratamento, provamos o nosso espírito de justiça…)
  3. CRIARÁ BOA VONTADE E MELHORES AMIZADES?
    (Para criarmos boa vontade e conquistarmos melhores amizades, devemos provar o nosso desejo de servir, mesmo que isto nos custe muito trabalho e dedicação…)
  4. SERÁ BENÉFICO PARA TODOS OS INTERESSADOS?
    (Beneficiar uns poucos é fácil; o importante é levar a todos o benefício de nossos atos…)

A Prova Quádrupla foi concebida em 1912, no auge da grande depressão econômica nos Estados Unidos, pelo rotariano Herbert J. Taylor, do Rotary Club de Chicago, que mais tarde tornou-se presidente do Rotary International, quando Rotary comemorava o seu 50o aniversário de fundação (1954-55).

Encarregado pelos credores da Club Aluminium Company, de evitar a falência da empresa, Herbert aceitou o desafio e procurou um meio de ressuscitá-la; para isso, mentalizou conciso roteiro de boa conduta, que pudesse ser usado pelos trabalhadores da companhia.

Os quatro chefes de departamento de Herbert, o primeiro um católico romano; o segundo, um seguidor da ciência cristã; o terceiro, um judeu ortodoxo; e o quarto um presbiteriano, chegaram todos à conclusão de que a Prova Quádrupla não somente coincidia com a suas crenças religiosas, mas também proporcionava um valioso padrão para as suas vidas particulares e profissionais.

Escrita com simplicidade e por isso fácil de ser retida na memória, a Prova Quádrupla tornou-se a base das decisões da Club Aluminium. Logo os anúncios da companhia foram avaliados através da Prova Quádrupla e afirmativas como “o melhor”, “o superior” e outras, foram substituídas por descrições simples e concretas dos produtos. Todos os comentários contrários ou prejudiciais aos concorrentes foram excluídos dos anúncios e dos folhetos de vendas.

Foi solicitado aos empregados da companhia que decorassem a Prova Quádrupla e assim, gradualmente, ela se tornou, sob todos os aspectos, diretriz de orientação para todos os negócios. Como resultado, desenvolveu-se um clima de confiança e boa vontade entre representantes, fregueses e empregados, e a Prova Quádrupla foi louvada por, progressivamente, melhorar a situação da companhia. Até 1937 o débito foi pago com juros, e nos quinze anos seguintes, além dos dividendos pagos aos acionistas, o seu valor patrimonial cresceu para quase dois milhões de dólares, quantia muito significativa na época.

O resultado da aplicação da Prova Quádrupla foi de tal sucesso que o Rotary International a adotou como parte do programa de Serviços Profissionais. Em 1954, Herbert Taylor transferiu os direitos autorais para o RI.

Todas as reproduções da Prova Quádrupla devem ter a redação completa, e uma composição gráfica semelhante à que o RI dita.

Scroll to top